Biografia

Ao longo da sua carreira, Heinz Mack (Lollar, Alemanha, 1931) tem desenvolvido uma prática ancorada nas investigações sobre a luz, a temporalidade e o movimento. Sua abordagem original pode ser vista em instalações, esculturas e trabalhos em papel. Mack iniciou sua carreira na década de 1950, quando fundou, ao lado de Otto Piene, o Grupo ZERO (1957-1966), ao qual mais tarde viria se juntar Gunther Uecker, em 1961. O objetivo do coletivo estava em criar um espaço desprovido de estruturas prévias, um lugar silencioso no qual poderiam se originar novas possibilidades. Mack também manteve contato próximo com Yves Klein, com quem desenvolveu uma grande amizade que os levariam a colaborar em inúmeras ocasiões, e que seria responsável por lhe apresentar a Jean Tinguely, revelando um universo de experimentações que informaram sua própria busca pela pureza estética, pelo essencial. O próprio artista sintetiza: "O objetivo é alcançar a clareza pura, grandiosa e objetiva, livre da expressão romântica e arbitrariamente individual. Em meu trabalho eu exploro e busco fenômenos estruturais, cuja lógica estrita eu interrompo ou amplio por meio de intervenções aleatórias, ou seja, de eventos fortuitos."

 

O trabalho de Heinz Mack caracteriza-se por estabelecer relações inovadoras com a luz. Tomando-a como matéria, ele identifica e explicita os modos como ela afeta e é afetada pelo movimento, pelo espaço e pela cor. Tendo esses preceitos como núcleo de sua prática, o artista tem desenvolvido de forma rigorosa e arguta um conjunto de obra multifacetado que continuamente aponta para novos horizontes na arte.

 

seleção de exposições individuais

Taten Des Lichts: Mack & Goethe, Goethe-Museum, Düsseldorf, Alemanha (2018)

Heinz Mack – From Time to Time. Painting and Sculpture, 1994-2016, Palais SchönbornBatthyány, Viena, Áustria (2016)

Mack – Just Light and Color, Sakip Sabanci Museum, Istambul, Turquia (2016)

Heinz Mack – The light of my colors, Museum Ulm, Ulm, Alemanha (2015)

Mack – The Language of My Hand, Museum Kunstpalast, Düsseldorf, Alemanha (2011)

Heinz Mack – Licht der ZERO-Zeit, Ludwig Museum im Deutschherrenhaus, Koblenz, Alemanha (2009)

 

seleção de exposições coletivas

The Sky as Studio – Yves Klein and his contemporaries, Centre Pompidou, Metz, França (2021)

Visual Play, Wilhelm Hack Museum, Ludwigshafen, Alemanha (2018)

New Beginnings: Between Gesture and Geometry, The Georgem Economou Collection, Atenas, Grécia (2016)

Facing the Future. Art in Europe, 1945-68, Palais des Beaux Arts, Bruxelas, Bélgica (2016)

ZERO: Let Us Explore the Stars, Stedelijk Museum, Amsterdam, Holanda (2015)

ZERO: Countdown to Tomorrow, 1950’s-60’s, The Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, Estados Unidos (2015)

35th Venice Biennale, Veneza, Itália (1970)

 

seleção de coleções institucionais

Albright-Knox Art Gallery, Buffalo, Estados Unidos 

Centre Georges Pompidou, Paris, França

Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Washington DC, Estados Unidos

Museum of Modern Art (MoMA), Nova York, Estados Unidos

Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, Estados Unidos

Tate, Londres, Reino Unido