17.10 - 14.12.2019

jerusalem

vrije universiteit brussel – VUB, bruxelas, bélgica

A coletiva faz parte da programação de comemoração de 50 anos da Universidade. A escolha curatorial de Hans De Wolf se baseou em obras capazes de provocar a reflexão sobre um dos grandes paradoxos do século XX, que ainda se encontra vigente e implica a própria função da instituição como espaço de ensino. A articulação se dá através da relação entre o conhecimento científico e a crença religiosa. Ao mesmo tempo em que nossa sociedade se torna cada vez mais racional estamos cercados por mensagens de intolerância religiosa. Basta pensar nos conflitos em nome de crenças e religiões, ou em suas formas mais depuradas e cotidianas, tais como o populismo e as fake news. A discussão recai nas possibilidades de liberdade do homem, que, mesmo com amplo acesso ao conhecimento, convoca noções místicas moralizantes como forma de manutenção do controle. Ao lado de artistas como Francis Alÿs e Marcel Broodthaers, entre outros, José Patrício figura com Imago Mundi (2018), trabalho meticulosamente composto a partir da organização das peças de 280 jogos de dominó.