cássio vasconcellos
Coletivo #03 [detalhe], da série Coletivos, 2019

Cássio Vasconcellos iniciou sua carreira de fotógrafo no começo dos anos 1980. Apesar de ter vasta experiência como fotojornalista, sua produção artística se destaca pela criação de espaços imaginários e de ficções a partir de elementos da realidade. Seu trabalho ultrapassa os métodos tradicionais da fotografia documental, criando uma linguagem experimental voltada à crítica da sociedade contemporânea. A predileção pela fotografia aérea auxilia na criação de imagens impactantes, que jogam, a partir da escala, com a nossa percepção do mundo. Vasconcellos publicou diversos livros reunindo essa produção, como Brasil visto do céu (Editora Brasileira, 2017), Panorâmicas (DBA, 2012) e Noturnos São Paulo (2002), entre outros.

 

Nas suas fotos, podemos nos encontrar diante do excesso de produtos disseminados no nosso cotidiano, assim como da regularidade das formas arquitetônicas que parece se expandir infinitamente, figurações que aparecem como emblemas de nossa cultura. Ou nos deparamo com a exuberância incomensurável da natureza, traduzida em paisagens, tal como na série Viagem pitoresca pelo Brasil (2015), em que o artista se baseia e se inscreve na longa tradição de artistas que buscaram capturar o interior de nossas florestas. Percebe-se, então, que subjaz algo de sublime ao trabalho de Vasconcellos, tendo em vista que suas fotografias nos colocam em contato com aquilo que é demasiadamente vasto. 

Cassio Vasconcelos nasceu em São Paulo, Brasil, em 1965, onde vive e trabalha. Entre suas mostras individuais recentes encontram-se:Collectives, no St Georges’s Gate (Castle of Ioannina) (2019), durante o Photometria Festival, em Ioannina, Grécia; Viagem pitoresca pelo Brasil, na Pequena Galeria 18 (2015), em São Paulo, Brasil; Aéreas do Brasil, no Paço das Artes (2014), em São Paulo, Brasil; e Coletivos, no Today Art Museum (TAM) (2013), em Beiing, e na Art + Shanghai Gallery (2013), em Shanghai, China. Suas obras estiveram recentemente nas coletivas: Trees, na Fondation Cartier pour l’art contemporain (2019), em Paris, França; Civilization: The Way We Live Now, no National Museum of Modern and Contemporary Art (MMCA) (2018), Seul, Coréia do Sul; Past/Future/Present: Contemporary Brazilian Art from the Museum of Modern Art of São Paulo, no Phoenix Art Museum (2017), em Phoenix, Estados Unidos; além de Aquí nos vemos - Fotografía en América Latina 2000-2015, no Centro Cultural Kirchner (2015), em Buenos Aires, Argentina. Suas obras fazem parte de diversas coleções, no Brasil e no exterior, como: Museu de Arte de São Paulo (MASP), São Paulo, Brasil; Museo Nacional de Bellas Artes, Buenos Aires, Argentina; Bibliothèque Nationale, Paris, França, e Museum of Fine Arts Houston (MFAH), Houston, Estados Unidos.

Press

  • o mundo visto de cima Download

    o mundo visto de cima

    Rosane Aubin, Global Aviation
  • o céu por testemunha Download View article

    o céu por testemunha

    Thiago Lotufo, Personnalité
  • das alturas Download

    das alturas

    Daniela Venerando, Digital Photographer
  • london, a diverse cup of tea – cássio vasconcellos Download

    london, a diverse cup of tea – cássio vasconcellos

    Vanessa Schaub, Swiss Magazine 10.4.2017