6.9 - 13.11.2018

precisão e acaso

museu mineiro, belo horizonte/mg, brasil
Precisão e Acaso, individual de José Patrício com curadoria de Felipe Scovino, apresenta cerca de 40 obras relativamente recentes, nas quais o artista explora outros materiais (botões, peças de quebra-cabeça de plástico, dados, pregos), indo além dos dominós que se tornaram um ícone dentro de sua produção. A exposição, vista pelo curador como uma antologia, ressalta o processo de criação de Patrício, que sempre parte de uma regra, formulando uma espécie de “método”. Mas, apesar dessa precisão, o resultado final é desconhecido, é o acaso. Precisão e Acaso é uma exposição em itinerância, tendo passado pelo Museu do Estado de Pernambuco (MEPE), em Recife, entre julho e setembro de 2017 e pelo Museu Nacional da República, em Brasília, entre julho e agosto de 2018.

 

Clique aqui para saber mais.