6.2 - 18.3.2020

silêncio

biblioteca mário de andrade – espaço tula pilar ferreira, são paulo, sp

Bruno Dunley participa da coletiva Silêncio com curadoria de Thiago Barbalho. Inspirada no ensaio "A estética do silêncio", de Susan Sontag, a mostra apresenta trabalhos de quatro artistas brasileiros cujos trabalhos a linguagem verbal dá lugar a uma presença sem palavras. 

 

Na imagem: 

Bruno Dunley, The Rain and the Sea, 2016.