cássio vasconcellos
Coletivo #03 [detalhe], da série Coletivos, 2019

Cássio Vasconcellos iniciou sua carreira como fotógrafo no começo dos anos 1980, desenvolvendo projetos pessoais que se destacam pela criação de espaços imaginários e ficções a partir de elementos da realidade. Como fotojornalista, trabalhou na Folha de S.Paulo em 1988. Viveu em Nova York em 1984-85 e em Paris em 1989, atuando como freelancer. Em 1990, trabalhou no estúdio da DPZ Propaganda.

 

Nascido em São Paulo, SP, Brasil, em 1965, Cássio Vasconcellos estudou fotografia na escola Imagem-Ação (1981). Seus trabalhos já foram exibidos mais de 200 vezes em 20 países, além de integrar com sua série Noturnos São Paulo o seleto grupo do livro The World Atlas of Street Photography, publicado pela Thames & Hudson, Inglaterra, e pela Yale University Press, EUA. Publicou livros como: Brasil visto do céu (Editora Brasileira, 2017), Aeroporto (2015), Aéreas do Brasil (BEI, 2014), Panorâmicas (DBA, 2012), Aéreas (Terra Virgem Editora, 2010) e Noturnos São Paulo (2002). Ganhou várias premiações, como: Conrado Wessel de Arte (2011); Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) pela melhor exposição do ano com a mostra Noturnos São Paulo (2002); Prêmio Porto Seguro de Fotografia (2001); e Fundação Nacional de Arte (Funarte) (1995). Suas fotografias fazem parte de diversas coleções no Brasil e no exterior, como: Museu de Arte de São Paulo (MASP), São Paulo, Brasil; Bibliothèque Nationale, Paris, França; e Museum of Fine Arts Houston (MFAH), Houston, EUA.