alberto baraya
expedición berlin, 2014
vista da instalação 8a bienal de berlim
dimensões variáveis

Alberto Baraya é conhecido por sua produção multimídia,  que compreende escultura, instalação, desenho, fotografia e vídeo. O início de sua  trajetória artística é marcado por autorretratos irônicos, que partem de reproduções de pinturas emblemáticas ou criam encenações provocadoras. Mais tarde, em 2003, iniciou sua emblemática série Herbario de plantas artificiales, baseada na abordagem crítica das práticas dos viajantes europeus nos séculos XVII e XIX.

 

Para desenvolver a série, o artista adota a postura de “viajero”, empreendendo viagens exploratórias que seguem o  modelo das antigas expedições botânicas e antropológicas realizadas em nome da ciência e a serviço da colonização. Durante suas expedições, Baraya coleta e cataloga plantas e flores artificiais, questionando as motivações existentes por trás da racionalidade científica, os modelos taxonômicos e os processos de mistificação que envolvem as relações identitárias.

 

O artista cria paródias da exploração colonial e de sua repercussão nas relações mundiais contemporâneas, questionando as narrativas consolidadas a partir da sugestão de novas taxonomias, às quais agrega componentes subjetivos, inscreve o debate acerca da identidade e incorpora produtos “residuais” do mercado, como plantas artificiais. O colecionismo das antigas missões científicas ganha,  assim, uma roupagem contemporânea.

 

Alberto Baraya nasceu em 1968, em Bogotá, cidade onde vive e trabalha. Entre suas mostras individuais recentes, é possível destacar: Expedición siciliana, na Galería Fernando Pradilla (2019), em Madri, Espanha; Alberto Baraya – Estudios comparados de paisaje, no Espacio Odeón (2017), em Bogotá, Colômbia; Ornitologia Bolivariana – La fábula de los pájaros, no Museo Quinta de Bolívar (2015), em Bogotá, Colômbia; Expedición México, na Galería Proyecto Paralelo (2014), na Cidade do México, México. Participou das mostras coletivas:Manifesta 12 Palermo – The European Nomadic Biennial: The Planetary Garden. Cultivating Coexistence, Palermo, Itália (2018);Flora, no Stavanger Kunstmuseum (MUST) (2019), em Stavanger, Noruega; Modern Nature, no Drawing Room (2019), em Londres, Reino Unido; Le bruit des choses qui tombent, no Frac Provence-Alpes-Côte d’Azur (FRAC PACA) (2017), em Marselha, França; Botany Under Influence, no apexart (2016), em Nova York, Estados Unidos; eNaturaleza nominal, no Centro de Arte Dos de Mayo (CA2M) (2015), em Madri, Espanha. Suas obras integram várias coleções, tais como:Collection Pierre Huber Video and Films, Genebra, Suíça; Essex Collection of Art from Latin America (ESCALA), University of Essex, Colchester, Reino Unido; Museo de Arte de la Universidad Nacional de Colombia, Bogotá, Colômbia; Tamarind Institute, Albuquerque, Estados Unidos..

Exposições

Notícias

Press

  • manifesta 12, palermo Download

    manifesta 12, palermo

    Barbara Casavecchia, Art Agenda 20.6.2018
  • natureza fabricada Download

    natureza fabricada

    Paula Alzugaray, seLecT 13.6.2018
  • exposição divulga biodiversidade da amazônia com ciência e arte Download

    exposição divulga biodiversidade da amazônia com ciência e arte

    Simone de Marco, Diário Oficial 12.6.2018
  • natureza fabricada Download

    natureza fabricada

    Paula Alzugaray, ISTOÉ Independente 8.6.2018
  • que país é esse? Download

    que país é esse?

    Beta Germano, Casa Vogue 18.3.2018
  • alberto baraya et son paradis végétal artificiel Download

    alberto baraya et son paradis végétal artificiel

    Emmanuelle Jardonnet, Le Monde 18.8.2017
  • an exhibition examines how plant taxonomies influenced world history Download

    an exhibition examines how plant taxonomies influenced world history

    Monica Uszerowicz, Artsy 31.8.2016
  • botanique sous influence Download

    botanique sous influence

    Clelia Coussonnet, Diptyk 3.2.2016
  • even utopian citizens like to leave the house Download

    even utopian citizens like to leave the house

    Holland Cotter, The New York Times 24.6.2014
  • 8th berlin biennale curator on berlin contemporary art and gentrification Download

    8th berlin biennale curator on berlin contemporary art and gentrification

    Stephen Truax, Hyperallergic 28.5.2014
  • alberto baraya at the frost art museum, miami Download

    alberto baraya at the frost art museum, miami

    arte al día 5.1.2014
  • falsos testemunhos de lugares reais ou vice-versa Download

    falsos testemunhos de lugares reais ou vice-versa

    Ana Maria Maia, seLecT 23.7.2013
  • a jornada do artista expedicionário Download

    a jornada do artista expedicionário

    Flávia Ragazzo, Avianca em Revista 13.7.2013
  • brasil, india y colombia ganan bienal Download

    brasil, india y colombia ganan bienal

    ElTiempo 11.12.2011
  • o mundo classificado Download

    o mundo classificado

    Paula Alzugaray, ISTOÉ 31.3.2010

Vídeo

Texto Crítico

  • estudios comparados de paisaje

    pedro corrêa do lago
    A série Expedición Rio (2018), parte do projeto Estudios Comparados de Paisaje (1998-2018) de Alberto Baraya, oferece a rara oportunidade de observar uma relação direta entre a obra dos pintores viajantes que retrataram a paisagem do Rio de Janeiro no século XIX e o trabalho recente de um notável artista contemporâneo. Ainda que colombiano, Alberto Baraya bebeu claramente na fonte dos grandes paisagistas atuantes no Brasil, pois parece às vezes transpor quase ipsis litteris imagens produzidas por eles como pano de fundo para suas próprias paisagens oníricas, nas quais o artista acrescenta animais quase míticos, totalmente inesperados nesse contexto. Na verdade, apesar do parentesco óbvio com a obra de artistas do século XIX, a semelhança provém não da simples repetição, mas da mesma postura que Baraya assume ao registrar a paisagem incomparável do Rio de Janeiro, com o objetivo de incorporá-la como cenário de suas intervenções fabulosas. O tratamento da paisagem por Alberto Baraya procede da mesma contemplação embevecida da paisagem que caracterizou a obra dos autores das...