melanie smith  fordlandia i, 2013 / 2014  esmalte acrílico sobre acrílico  160 x 140 cm
melanie smith  fordlandia v, 2013 / 2014  esmalte acrílico sobre acrílico  160 x 140 cm
melanie smith  bulto 10, 2012  óleo e esmalte acrílico sobre tela  70 x 90 cm
melanie smith  bulto 9, 2012  óleo e esmalte acrílico sobre mdf  37 x 52 cm
melanie smith  elevador, 2012  video hd convertido para sd, colorido
melanie smith  53 thoughts about unsubstantial themes, 2011  objetos encontrados e pinturas  110 x 250 x 130
melanie smith  bulto, 2011  vídeo hd  40’30”
melanie smith  estadio azteca 2010. proeza maleable, 2010  dvd sd  10’40’’
melanie smith  fleur de lys, 2010  impressão digital em papel de algodão  111 x 155 cm
melanie smith  monkeys iii , 2010  óleo sobre tela  75 x 60 cm
melanie smith  xilitla: dismantled i, 2010  vídeo transferido de filme 35mm  24’40”
melanie smith  parres 13, 2006 / 2007  esmalte acrílico sobre plexiglas  115 x 175 cm
melanie smith  casa de parres, 2011  óleo e esmalte acrílico sobre mdf  70 x 55 cm
melanie smith  parres cero, 2006  vídeo transferido de filme 35mm  60’50”
melanie smith  installation for parres cero  concreto e madeira / pintura 150 x 180 cm  dimensões variáveis
melanie smith  tianguis aerial 6, 2003  c–print  127 x 153 cm
melanie smith
fordlandia i, 2013 / 2014
esmalte acrílico sobre acrílico
160 x 140 cm

Desde 1989, Melanie Smith vive e trabalha na Cidade do México, uma experiência que muito influencia  a sua obra. Seu trabalho é caracterizado por uma certa releitura das categorias formais e estéticas dos movimentos de vanguarda e pós-vanguarda, problematizadas nos lugares e horizontes das heterotopias. Sua produção está intimamente ligada à visão expandida da noção de modernidade, estabelecendo paralelos com o seu significado na América Latina, particularmente no México, e lidando com as implicações nas suas próprias explorações formais, como um momento crítico na estrutura estético-política da modernidade e da modernidade tardia. 

 

Seus primeiros trabalhos consideravam a Cidade do México em si, registrando suas multidões, sua violência, sua banalidade e sua natureza clandestina, bem como sua decomposição inerente. O trabalho mais extraordinário desse ciclo é o vídeo “Spiral City” (2002). Em outro trabalho, ela amplia as noções de lugar e não lugar documentando a pequena cidade de Parres nos arredores da capital. A artista produziu uma trilogia de filmes 35mm e uma série de pinturas e instalações que revisitam a ideia modernista do monocromático. 

 

Melanie Smith nasceu em 1965, em Poole, Reino Unido, e radicou-se na Cidade do México, México. Participou da 54ª Bienal de Veneza, Itália (2011); da 8ª Bienal do Mercosul, em Porto Alegre, Brasil (2011); e da 8ª Bienal de Havana, Cuba (2003). Seus trabalhos figuram em coleções públicas e privadas ao redor do mundo, incluindo: Arnold and Mabel Backman Foundation, California, EUA; CIFO, Cisneros Fontanals Art Foundation, Miami, EUA; Collección  Coppel, Culiacán, México; Daros Latinamérica, Zurique, Suiça; Essl Collection, Klosterneuburg , Austria; EVN Collection, Maria Enzersdorf, Austria; Fundación BBVA Bancomer, Mexico City, México; Fundación Colección Jumex, Ecatepec, México; Fundación Televisa, Cidade do Méxocp, Mexico; Fundación Vergel, Cuernavaca, Mexico; Grupo de los Dieciséis, Ciudad de México, Mexico; Inhotim, Belo Horizonte, Brasil; Institut Valencià d’Art Moderne, Valencia, Espanha; Lucille & Ronald Neeley Foundation, San Diego, EUA; MALI, Museo de Arte de Lima, Lima, Peru; MAS, Museo de Arte Moderno y Contemporáneo de Santander y Cantabria, Espanha; Modern Art Museum of Fort Worth, Fort Worth, EUA; MOMA, Nova York, EUA; MUAC, Museo Universitario de Arte Contemporáneo, Cidade do México, México; MUSAC, Museo de Arte Contemporáneo, Castilla y León, Espanha; Museo de Arte Moderno, Cidade do México, México; Museum Boijmans van Beuningen, Rotterdam, Países Baixos; Tate Modern, Londres, Reino Unido; The Diane and Bruce Halle Collection, Scottsade, EUA; Villa Merkel, Stuttgart, Alemanha; Zabludowicz Collection, Londres, Reino Unido, entre outros.

Exposições